Impostômetro deve registrar R$ 1,1 tri nesta 5ª-feira

De acordo com a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), esse valor será alcançado com 20 dias de antecedência em relação ao ano passado

São Paulo – O Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) deve registrar, às 3h30 desta quinta-feira, 04, o valor de R$ 1,1 trilhão.

O montante equivale a todos os impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros à União, aos estados e aos municípios neste ano.

De acordo com a entidade, esse valor será alcançado com 20 dias de antecedência em relação ao ano passado, quando a marca foi registrada somente no dia 24 de setembro.

Para o presidente da ACSP, Rogério Amato, os números mostram que não há mais espaço para aumento da carga tributária e que é necessário implantar mudanças no sistema fiscal do país.

“O próximo governo terá de fazer ajuste nas finanças públicas e, paralelamente, procurar o setor privado para viabilizar concessões e parcerias e, assim, atacar os gargalos que oneram o setor produtivo e os cidadãos”, defendeu em nota enviada à imprensa.

Na avaliação de Amato, é fundamental restabelecer a confiança dos empresários e consumidores, que têm apresentado baixos porcentuais nas pesquisas.

De acordo com ele, isso será possível por meio de um programa de ajuste fiscal “crível” e uma agenda de reformas que, “mesmo implementadas gradativamente, sinalizem perspectivas de retomada de crescimento”.