IBGE: alimentos sobem 0,72% e puxam alta do IPCA

O grupo causou um impacto de 0,17%, o correspondente a 45% do índice geral do mês

Rio de Janeiro – Os preços dos alimentos, que haviam registrado queda de 0,34% em julho, voltaram a subir em agosto e puxaram a alta de 0,37% do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O grupo teve alta de 0,72%, causando um impacto de 0,17 ponto porcentual, o correspondente a 45% do índice geral do mês, informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Vários produtos aumentaram de preço, com destaque para as carnes, que saíram de um recuo de 1,12% em julho para uma alta de 1,84% em agosto. O item exerceu o principal impacto individual no IPCA de agosto, de 0,04 ponto porcentual. Quanto aos itens não alimentícios, a variação foi de 0,26% em agosto, abaixo dos 0,31% de julho.