Huawei diz não ter interesse em comprar Oi no Brasil

Reportagem de jornal afirmou que empresa teria interesse na compra da operadora brasileira, ao lado da chinesa China Mobile

São Paulo — A fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicações Huawei disse neste domingo 22 que não está interessada em comprar a Oi, ou qualquer outra operadora brasileira.

O jornal brasileiro O Globo publicou no sábado em sua versão online que a Huawei estava unindo forças com a China Mobile para potencialmente entrar em uma disputa pela compra da Oi.

“Huawei não tem nenhum plano ou interesse em adquirir a Oi ou qualquer outra operadora brasileira”, afirmou a empresa em uma declaração enviada por email.

De acordo com O Globo, as duas empresas chinesas esperam que os negócios no Brasil cresçam significativamente quando o país começar a implantar sua tecnologia sem fio de quinta geração (5G), e os 360 mil quilômetros de infraestrutura de fibra da Oi são vistos como um atrativo.

Veja também

A China Mobile não respondeu aos pedidos de comentários da Reuters e a Oi se recusou a comentar.

A maior operadora de telefonia fixa do Brasil vem lutando para recuperar seus negócios desde que entrou com pedido de falência em junho de 2016 para reestruturar aproximadamente 65 bilhões de reais de dívida.

Na quinta-feira, a Reuters informou que, ao negociar sua rede móvel com a Telefonica da Espanha e a Telecom Italia, a Oi também está envolvida em negociações preliminares com a AT&T e outra empresa chinesa.