Harvey pode se tornar o desastre mais caro da história dos EUA

Segundo cálculos, o custo do impacto do Harvey para a economia americana se aproximará dos US$ 160 bilhões

Washington – A tempestade tropical Harvey está a caminho de se tornar o desastre natural mais caro da história dos Estados Unidos, segundo cálculos da empresa de meteorologia AccuWeather divulgados nesta quarta-feira.

O custo do impacto do Harvey para a economia americana se aproximará dos US$ 160 bilhões, indicou a AccuWeather em comunicado, indicando que o valor é similar ao efeito causado pelos furacões Katrina (2005) e Sandy (2012) somados.

Harvey entrou no Texas na noite de sexta-feira como um forte furacão de categoria 4, mas perdeu força e se tornou uma tempestade tropical. No entanto, o fenômeno provocou “inundações sem precedentes” no Texas, segundo o presidente dos EUA, Donald Trump, e deixou mais de 20 mortos e 17 mil desabrigados. Agora, a tempestade se deslocou e chegou ao estado da Louisiana.

“Esse será o pior desastre natural da história americana”, afirmou o fundador e presidente da AccuWeather, Joel Myers.

Segundo ele, o custo total provocado pela tempestade tropical será equivalente a 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

“Os líderes empresariais, o Federal Reserve, os grandes bancos, as seguradoras, etc, deveriam começar a administrar o impacto negativo que essa catástrofes terá nos negócios, investimentos corporativos e no emprego”, afirmou o especialista.

Myers alertou que o desastre está apenas começando em algumas regiões, apesar de Houston, a quarta maior cidade dos EUA, ter áreas completamente alagadas que ficarão semanas sem serem habitadas.

O presidente da AccuWeather criticou a reação lenta das autoridades em algumas situações desde a chegada do Harvey.

Apesar de ter se transformado em uma tempestade tropical, Harvey é o furacão mais potente a chegar nos EUA desde 2005, quando o Katrina devastou Nova Orleans, e o maior a atingir o Texas desde 1961.