Grécia promete cumprir hoje mesmo as exigências da UE

Entre as condições do bloco para salvar o país da falência, figuram novos cortes de 325 milhões de euros no orçamento de 2012

Atenas – A Grécia cumprirá nesta quarta-feira mesmo, antes de uma teleconferência dos ministros da Eurozona, com as exigências apresentadas pelo bloco para salvá-la da falência, afirmou o ministro das Finanças, Evangelos Venizelos.

Entre essas condições, figuram novos cortes de 325 milhões de euros no orçamento de 2012 e o compromisso escrito por parte dos partidos da coalizão governamental de manter o programa de ajuestes depois das eleições de abril.

O partido PASOK socialista já enviou sua carta de compromisso, indicou nesta quarta-feira à AFP uma fonte do partido. Seu sócio de governo, o Nova Democracia (conservador), fará, a princípio, a mesma coisa nesta quarta-feira.

A reunião de ministros das Finanças prevista inicialmente para esta quarta-feira, em Bruxelas, para anaisar o desbloqueio do segundo resgate da Grécia foi cancelada na noite de terça-feira.

Os sócios da Grécia têm dúvidas sobre o compromisso dos partidos políticos gregos em alicar as reformas decididas nos últimos dias.