Grécia afirma que não se submeterá a nenhuma chantagem

Banco da Grécia afirmou que "estabilidade do sistema bancário grego e a liquidez dos bancos não serão afetados pela decisão de quarta-feira" do BCE

Atenas – “A Grécia não quer chantagear ninguém, tampouco tem a intenção de aceitar ser submetida a uma chantagem”, afirmou nesta quinta-feira uma fonte do governo grego, depois que o Banco Central Europeu (BCE) decidiu cortar uma das fontes de financiamento dos bancos gregos.

A mesma fonte afirmou que “a liquidez dos bancos gregos está garantida completamente”, graças a outros canais que seguem disponíveis e considerou que a decisão do BCE constitui uma “pressão” para forçar um acordo entre a Grécia e os credores sobre a dívida.

Na mesma sintonia, o Banco da Grécia afirmou que “estabilidade do sistema bancário grego e a liquidez dos bancos não serão afetados pela decisão de quarta-feira” do BCE.

“O governo grego se propôs a encontrar uma solução vantajosa tanto para a Grécia como para seus sócios”, completou a fonte governamental, que prevê a “continuidade das negociações em curso dentro das regras da UE”.