Governo revê previsão para PIB em 2014 de 2,5% para 1,8%

Por outro lado, analistas do mercado financeiro projetam alta de apenas 0,97% do PIB este ano

Brasília – Diante do fraco desempenho da atividade econômica no primeiro semestre, a equipe econômica foi obrigada a reduzir de 2,50% para 1,80% a projeção de alta do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2014.

Apesar do recuo, a nova estimativa ainda é considerada otimista. Os analistas do mercado financeiro projetam, segundo a última pesquisa semanal Focus do Banco Central, uma alta de apenas 0,97% do PIB este ano.

Já o Banco Central projetou um crescimento de 1,6% no Relatório Trimestral de Inflação de junho.

A nova projeção de PIB do governo foi incluída no relatório bimestral de reprogramação do Orçamento, divulgado nesta terça-feira, 22, pelo Ministério do Planejamento. A estimativa de PIB é usada como parâmetro para as projeções de receitas e despesas.

No relatório, o governo elevou também a projeção de IPCA para o ano de 5,60% para 6,20%. O valor está abaixo da projeção de inflação do BC de 6,4% para 2014. O mercado, na pesquisa Focus, projeta que o IPCA terminará o ano em 6,44%.

A previsão de IGP-DI em 2014 foi mantida em 7,25%.