Governo persegue alta de 10% em investimentos em 2012

O ministro destacou que o governo vem adotando medidas de estímulo ao avanço da FBCF neste ano

São Paulo – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o governo persegue uma expansão da Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) neste ano de 10% ante o registrado em 2011. Segundo ele, essa marca será mais positiva do que a apurada no ano passado, que indicou uma alta próxima a 5% sobre 2010. “Devemos estimular o investimento, que é a mola mestra do crescimento”.

O ministro destacou que o governo vem adotando medidas de estímulo ao avanço da FBCF neste ano. “Só o PAC vai gastar R$ 42 bilhões em investimentos em 2012”, disse. De acordo com o Mantega, um programa do governo que está incentivando o setor privado a elevar o desembolso de recursos em máquinas e obras de construção civil é o Programa de Sustentação do Investimento (PSI), administrado pelo Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). “Os financiamentos do BNDES do PSI são a perder de vista”, disse.

Segundo Mantega, os empréstimos viabilizados pelo PSI devem trazer efeitos de reativação da economia no curto prazo. As empresas que quiserem ter acesso a crédito para adquirir máquinas pelo FINAME pagarão juros de 5,5% ao ano, diz o ministro.