Governo nunca “abandonou” o tripé macroeconômico

Segundo Dilma, além da inflação, as contas públicas também estão “absolutamente” sob controle

Brasília – A presidente Dilma Rousseff disse hoje (15), após participar em Salvador de cerimônia de assinatura da ordem de serviço para obras de mobilidade urbana na capital baiana, que o tripé que sustenta a política econômica, composto por controle da inflação, câmbio flutuante e superávit primário, jamais foi abandonado por seu governo.

Segundo Dilma, além da inflação, as contas públicas também estão “absolutamente” sob controle.

“Jamais foi abandonado o tripé macroeconômico no governo. Inflação está sob controle, contas públicas absolutamente sob controle, inclusive com queda da participação no PIB dos três principais itens do Orçamento Público Federal, a saber: Previdência, pessoal e pagamento de juros. Quando foi que o Brasil teve entre US$ 376 bilhões e US$ 378 bilhões de reserva? Por isso, queridos, nunca foi abandonado”, disse a presidente.

Ontem, em evento no Recife, Marina Silva, ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula, recém-filiada ao PSB, disse que, nos últimos anos, o teto da meta de inflação tem sido a realidade e que é preciso restaurar o tripé econômico.

Em Itajubá (MG), ontem, durante inauguração da primeira fábrica de transformadores de instrumentos de alta-tensão com capital 100% brasileiro, Dilma disse que o compromisso do governo com o rigor fiscal não se alterou e que, pelo décimo ano consecutivo, a inflação ficará dentro da meta.