Governo liberou R$ 1,1 bi para regularizar atrasos do Fies

A informação é de dois deputados, Jerônimo Goergen (PP) e Alceu Moreira (PMDB)

Brasília – Em reunião nesta quinta-feira, 28, com a bancada gaúcha no Ministério da Educação, o secretário executivo da pasta, Luiz Cláudio Costa, afirmou a parlamentares e reitores que a Fazenda liberou R$ 1,1 bilhão para regularizar repasses a universidades que oferecem matrículas pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

A informação é de dois deputados que participaram do encontro, Jerônimo Goergen (PP) e Alceu Moreira (PMDB). Cláudio Costa, disseram os parlamentares, informou que a Fazenda havia desbloqueado o dinheiro na semana passada.

O encontro, do qual também participou o ministro Renato Janine Ribeiro, havia sido intermediado pelos deputados a pedido de reitores de instituições que lidam com atrasos no recebimento da verba.

“Há atrasos no Fies de três, quatro meses, o que inviabiliza essas universidades”, disse Moreira. “Não sabemos se o valor é suficiente (para regularizar) tudo, mas pelos menos abre uma perspectiva”, acrescentou Goergen.

De acordo com relato dos parlamentares, os reitores foram comunicados pelo secretário-executivo que os recursos já estavam liberados e que eventuais atrasos que persistissem se deviam a problemas burocráticos.