Governo grego apresenta a Parlamento 2º pacote de medidas

Votação significa uma nova prova para o governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras

O governo grego apresentou nesta terça-feira ante o Parlamento um projeto de lei com um segundo pacote de medidas acordadas com os credores para garantir um novo resgate do país, indicaram fontes parlamentares.

Este segundo pacote inclui a introdução da diretriz europeia de 2013, adotada após a crise no Chipre, que garante os depósitos bancários até 100.000 euros, assim como uma reforma do código civil para simplificar e acelerar a justiça reduzindo os custos.

O sindicato de funcionários Adedy anunciou uma manifestação ante o Parlamento na tarde de quarta-feira, o dia em que será realizado o debate do texto na assembleia com caráter de urgência.

Esta votação significa uma nova prova para o governo do primeiro-ministro Alexis Tsipras, do partido de esquerda radical Syiza. Mais de um quinto dos deputados do partido se opuseram ao primeiro pacote de medidas imposto pelos credores e aprovado há uma semana graças aos votos da oposição de direita e socialista.

Os analistas acreditam que o governo de coalizão do Syriza e dos Gregos Independentes (um pequeno partido nacionalista) pode se ver obrigado a convocar eleições antecipadas nos próximos meses se continuarem as deserções no grupo parlamentar do Syriza.

Tsipras, que fez mudanças em seu governo há quatro dias, quer continuar seu mandato com um governo minoritário para garantir o acordo sobre um novo empréstimo, assinado no dia 12 de julho em Bruxelas entre Atenas e os países da zona do euro.