Geadas atingem áreas agrícolas; risco maior no fim de semana

Regiões registraram geadas fracas a moderadas na manhã desta sexta-feira, com distribuição irregular e baixo potencial de afetar as lavouras de trigo

São Paulo – Algumas regiões do Paraná e do Rio Grande do Sul registraram geadas fracas a moderadas na manhã desta sexta-feira, com distribuição irregular e baixo potencial de afetar as lavouras de trigo –que é cultivado nos dois Estados– e os cafezais do norte paranaense, mas há maior risco para o fim de semana, disseram meteorologistas.

No Paraná, as regiões com temperaturas perto de zero e com condições de formação de geadas (pouco vento, tempo seco, céu claro) foram o sudoeste, o sul, parte dos Campos Gerais e áreas mais ao centro, disse o Simepar, instituto de meteorologia associado à Universidade Federal do Paraná.

“Imagino que tenha formado geada, mas de maneira bem irregular, apenas em algumas áreas”, disse o meteorologista Fernando Mendes, do Simepar.

A temperatura mínima nesta madrugada foi na região de Palmas, no sul paranaense, com 3,1 graus positivos.

“Apesar do frio, há vários fatores que conspiram contra a geada, como as chuvas de ontem e nebulosidade em diversas regiões”, ressaltou o meteorologista.

O Paraná divide com o Rio Grande do Sul a liderança da produção de trigo no país. Cerca de metade das lavouras paranaenses estão em fases de floração e frutificação, suscetíveis a danos causados pelo frio intenso.

Boa parte das áreas de plantio não foram atingidas pelas temperaturas mais baixas nesta sexta-feira, embora a importante região agrícola da Campo Mourão, no centro-norte do Estado, tenha registrado mínima de 4,1 graus, pela medição do Simepar.

As principais áreas de café do Paraná também não registraram temperaturas favoráveis a geadas.

No Rio Grande do Sul, as geadas foram perto da fronteira com o Uruguai, na região de Bagé, disse a meteorologista Estael Sias, da Metsul.

As áreas de trigo escaparam das geadas, que atingiram principalmente pastagens, disse ela.

Risco para o fim de semana

Os meteorologistas alertaram que há risco de geadas mais extensas no Paraná e no Rio Grande do Sul no fim de semana.

“Para amanhã (sábado), tem possibilidade de geada em todo o Estado”, disse Mendes, referindo-se ao Paraná. Segundo ele, a distribuição das geadas será novamente irregular, dependendo da nebulosidade em cada região.

No Rio Grande do Sul, a geada vai ser “generalizada” no sábado e no domingo, disse Estael.

“Tem um potencial grande de geada no fim de semana”, afirmou. “Alguma área de trigo pode ser pega também.” Ela lembrou, no entanto, que muitas lavouras do cereal foram plantadas com atraso no Rio Grande do Sul, devido a chuvas. O trigo não tem grandes riscos de prejuízos em sua fase inicial de desenvolvimento.