Fundo soberano equilibrará queda do petróleo na Noruega

O governo minoritário de direita indicou que, em 2016, prevê utilizar 3,7 bilhões de coroas (394,4 milhões de euros) de seu fundo de pensões

Oslo – A Noruega, grande produtor de petróleo, recorrerá pela primeira vez a seu gigantesco fundo soberano para equilibrar o orçamento, devido à queda do preço do barril, segundo projeto de lei apresentado nesta quarta-feira.

O governo minoritário de direita indicou que, em 2016, prevê utilizar 3,7 bilhões de coroas (394,4 milhões de euros) de seu fundo de pensões, o maior fundo soberano do mundo, já que os rendimentos do petróleo não cobrirão os gastos orçamentários.

A Noruega se vê afetada pela forte queda dos preços do petróleo, assim como pela redução de sua produção.

O setor petroleiro garante aproximadamente um quarto do PIB norueguês.