Fluxo cambial semanal no Brasil é negativo em US$403 mi

O fluxo cambial tem mostrado certo enfraquecimento desde que o governo começou a anunciar mais medidas em relação ao câmbio, no início de março

São Paulo – A saída de moeda estrangeira no país superou a entrada de dólares na semana passada, mantendo o saldo negativo visto na primeira semana de abril.

Segundo informou o BC nesta quarta-feira, o fluxo cambial ficou negativo em 403 milhões de dólares entre os dias 9 e 13 de abril. Na semana anterior, dos dias 2 a 5 de abril, o fluxo cambial havia ficado negativo em 396 milhões de dólares.

O fluxo cambial tem mostrado certo enfraquecimento desde que o governo começou a anunciar mais medidas em relação ao câmbio, no início de março. No mês, até o dia 13, o fluxo acumulado ficou negativo em 800 milhões de dólares. 

No ano, o saldo entre a saída e a entrada de dólares acumula superávit de 17,928 bilhões de dólares, valor abaixo do superávit visto no mesmo período do ano passado, quando chegou a 35,697 bilhões de dólares. O resultado da semana passada refletiu um déficit na conta financeira -por onde passam os investimentos externos em carteira e produtivos, entre outros-, com saldo negativo de 2,178 bilhões de dólares, já que a conta comercial teve superávit de 1,774 bilhão de dólares.

No mês, até o dia 13, também foi registrado déficit no lado financeiro, de 2,410 bilhões de dólares, enquanto do lado comercial houve superávit de 1,611 bilhão de dólares.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, tem reforçado recentemente que, se necessário for, pode tomar mais medidas para conter uma valorização excessiva do real.


As ameaças do governo e a atuação mais forte do BC, por meio de leilões de compra de dólares, tem mantido a divisa norte-americana acima de 1,80 real desde meados do mês de março. Desde a quinta-feira passada, o BC tem intensificado ainda mais sua atuação, passando a realizar dois leilões no mercado à vista por sessão.

Com essa atuação mais intensa, desde o início de março até a véspera, a moeda norte-americana também acumulou valorização de 7,99 por cento ante o real, apesar de que, no acumulado do ano, ainda registre desvalorização de 0,59 por cento.

No dia 1º de março, o governo anunciou duas medidas para frear a entrada de dólares no país e evitar uma valorização excessiva do real frente ao dólar, como a ampliação para três anos o prazo de captações externas que têm a incidência de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). Pouco tempo depois, aumentou esse prazo para cinco anos. 

Compras do BC

O BC informou ainda nesta quarta-feira que incorporou 298 milhões de dólares nas suas reservas internacionais na semana passada devido a leilões no mercado à vista realizados no período. Até o dia 13 de abril, o BC incorporou 1,157 bilhão de dólares nas reservas também devido a leilões no mercado à vista.