Fluxo cambial permanece negativo em outubro, diz BC

Maior parte do saldo negativo é do segmento financeiro, com saídas maiores que as entradas em 2,697 US$ bilhões

Brasília – O fluxo cambial, que é o saldo de entrada e saída de dólares do país, segue negativo em outubro. Conforme dados parciais do Banco Central (BC), até a última sexta-feira (17) as saídas de dólares superaram as entradas em US$ 665 milhões.

A maior parte do saldo negativo é do segmento financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações), com saídas maiores que as entradas em 2,697 US$ bilhões.

O segmento comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) registra saldo positivo de US$ 2,032 bilhões.

De janeiro até 12 de setembro, o saldo positivo do fluxo cambial ficou em US$ 678 bilhões. Nesse período, o fluxo financeiro registrou saldo negativo de US$ 4,842 bilhões, enquanto o comercial ficou positivo em US$ 5,520 bilhões.