Fluxo cambial fecha negativo em dezembro em US$ 9,33 bi

Resultado apontou para a maior saída mensal registrada pelo indicador no ano passado

Brasília – A saída de dólares do Brasil ganhou força no último mês de 2017. Dados apresentados pelo Banco Central nesta quarta-feira, 3, mostraram que US$ 9,331 bilhões deixaram o Brasil em dezembro de 2017.

Essa foi a maior saída mensal registrada pelo indicador no ano passado e representa aumento de 758% na comparação com o fluxo negativo de US$ 1,087 bilhão registrado em dezembro de 2016.

A saída de dólares no mês passado ocorreu exclusivamente pelo segmento financeiro, onde US$ 15,604 bilhões deixaram o País.

Ao todo, foram registradas remessas de US$ 69,929 bilhões, montante bem superior ao ingresso de US$ 54,325 bilhões no período.

Nesses valores, estão os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Nos meses de dezembro, é comum um fluxo negativo maior justamente na conta financeira, em função de remessas feitas por multinacionais para suas matrizes no exterior.

No comércio exterior, o saldo de dezembro continuou positivo e acumulou US$ 6,273 bilhões, com exportações de US$ 20,287 bilhões e importações de US$ 14,014 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 2,326 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 7,020 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 10,941 bilhões em outras entradas.

Apenas na última semana de dezembro – entre os dias 26 e 28, houve saída líquida de US$ 3,099 bilhões, sendo que a conta financeira terminou com fluxo negativo de US$ 4,996 bilhões e a conta comercial acumulou entrada de US$ 1,896 bilhão na semana.