Flores deve deixar presidência da Previ na semana que vem

A decisão teria sido tomada na noite de quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff em conversa com o ministro da Fazenda, Guido Mantega

Brasília – O atual presidente da Previ -o maior fundo de pensão do país, dos funcionários do Banco do Brasil-, Ricardo Flores, deve deixar o comando da instituição na próxima semana, informou uma fonte do Palácio do Planalto à Reuters nesta quinta-feira.

Segundo a fonte, que falou sob condição de anonimato, a decisão teria sido tomada na noite de quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff em conversa com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Ainda conforme a mesma fonte, Mantega planejava fazer a troca mais adiante, a pedido de aliados do governo, mas a presidente teria sido inflexível e exigido a troca no comando da Previ, que tem uma carteira de investimentos em torno de 150 bilhões de reais.

Dois nomes de possíveis substitutos teriam sido levados pelo ministro da Fazenda à Dilma, um deles o do vice-presidente do BB Dan Conrado, disse a fonte.