Fitch coloca Japão sob vigilância negativa por sua dívida

País tem a nota A+ que poderá ser revisada em baixa por causa do "plano orçamentário do próximo governo e de suas projeções econômicas"

Tóquio – A agência de classificação financeira Fitch anunciou nesta terça-feira que colocou sob vigilância negativa o Japão, por sua dívida de longo prazo, e ameaça rebaixar a nota, como fez sua concorrente Moody’s na semana passada.

O Japão tem atualmente a nota A+, mas ela poderá ser revisada em baixa na primeira metade de 2015 por causa do “plano orçamentário do próximo governo e de suas projeções econômicas”, explica a agência em um comunicado.

Na semana passada, A Moody’s reduziu a nota da dívida nipônica de “Aa3” a “A1” e manifestou uma “incerteza sobre a capacidade do país de alcançar os objetivos de redução do déficit orçamentário” em um contexto de “pressões deflacionistas”.

Após um início promissor, as medidas econômicas adotadas pelo primeiro-ministro Shinzo Abe – conhecidas como “abenomics” -, baseadas em estímulos fiscais e dinheiro barato, acumulam os primeiros reveses, já que o país voltou a entrar em recessão no terceiro trimestre.

A dívida pública do Japão, terceira economia mundial, é superior a 200% do PIB, uma das mais elevadas dos países desenvolvidos.

O déficit orçamentário, de 9,8% do PIB em 2013, deve ficar em 6,8% em 2014, segundo o FMI, também um dos mais elevados entre as economias avançadas.