Fipe reduz para 0,36% projeção de IPC para outubro

Revisão vale para o Índice de Preços ao Consumidor na cidade de São Paulo

São Paulo – A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) revisou hoje, de 0,38% para 0,36%, a projeção para o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de outubro na cidade de São Paulo. A informação foi divulgada pelo coordenador-adjunto do indicador de inflação, Rafael Costa Lima. Ele também reduziu levemente a estimativa para a taxa da terceira quadrissemana do mês, de 0,34% para 0,33%. “Pesou nas revisões a desaceleração mais forte do que o esperado no IPC pela Fipe desde a primeira quadrissemana”, disse.

Hoje a Fipe divulgou que o IPC subiu 0,27% na segunda quadrissemana de outubro. O resultado ficou dentro do intervalo de estimativas coletadas pelo AE Projeções com alguns economistas do mercado financeiro, que esperavam alta de 0,20% a 0,31%, com mediana de 0,25%. A Fipe, por sua vez, trabalhava com uma projeção da taxa de 0,29% para a segunda quadrissemana. Na semana passada, quando foi divulgada a taxa de 0,23% para o IPC da primeira quadrissemana, a Fipe tinha uma expectativa de alta de 0,27%.

De acordo com Costa Lima, a surpresa para a Fipe no resultado divulgado veio do grupo Vestuário, que recuou 0,75% na segunda quadrissemana diante de uma baixa de 0,29% na primeira pesquisa de outubro. O instituto previa uma queda de 0,33%.

“Estamos observando um movimento atípico no grupo Vestuário. Normalmente, em setembro, observa-se queda, mas, em 2011, houve elevação de preços no setor. Agora, em outubro, estamos vendo uma baixa nos preços do grupo”, disse o coordenador, lembrando que, para o período de fim de ano, os preços podem voltar a subir.