Fernando Furlan deixa a presidência do Cade

Olavo Chinaglia assume como presidente interino do Conselho Administrativo de Defesa Econômica hoje, substituindo Furlan

São Paulo – O advogado Fernando Furlan deixou nesta terça-feira a presidência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, Furlan afirma que deixa o cargo preocupado com a falta de pessoal para aplicar as regras do SuperCade, imposto pelo governo federal.

“É um tiro no pé, porque o Brasil criou uma expectativa e não vai cumprir com o que se propôs”, afirmou Furlan à Folha, também dizendo que a qualidade e a velocidade do serviço conselho ficarão comprometidos com a mudança.

De acordo com as regras do SuperCade, as empresas que estiverem fazendo fusões e aquisições precisarão passar pela aprovação do órgão antes do negócio ser fechado.

Olavo Chinaglia assume o cargo de presidente interino do Cade hoje, substituindo Furlan. Chinaglia começou a atuar no conselho do Cade em 2008 e exerce o seu segundo mandato, que termina em agosto deste ano.