Fed altera orientação sobre juros e faz corte em estímulo

O banco central também deu continuidade às reduções do imenso programa de compra de títulos

Washington – O Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, descartou nesta quarta-feira a taxa de desemprego como termômetro definitivo para avaliar a força da economia e deixou claro que vai depender de série mais ampla de medidas para decidir quando elevar os juros.

Ao mesmo tempo, informou que abandonar a promessa de manter os juros até “bem depois” de a taxa de desemprego cair abaixo de 6,5 por cento não indica qualquer mudança nas intenções do Fed.

O banco central também deu continuidade às reduções do imenso programa de compra de títulos, anunciando que vai fazer corte nas aquisições mensais de Treasuries e títulos lastreados em hipotecas para 55 bilhões de dólares, ante 65 bilhões de dólares.