Fazenda diz que IPCA de julho veio abaixo do esperado

"Foram quatro meses consecutivos de queda da inflação, mesmo com elevação do preço da energia", afirmou secretário do Ministério da Fazenda

Brasília – O secretário de política econômica do ministério da Fazenda, Marcio Holland, avaliou nesta sexta-feira, 08, que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho, que ficou em 0,01% depois de ter subido 0,40% em junho, ficou bem abaixo do previsto desde o começo do ano pelo mercado e do esperado nas últimas semanas.

Em entrevista por teleconferência, Holland destacou que a inflação voltou para o teto da meta no acumulado em 12 meses. “Foram quatro meses consecutivos de queda da inflação, mesmo com elevação do preço da energia”, afirmou.

Ele também ressaltou o fato de, pelo segundo mês seguido, o índice de inflação em alimentação e bebidas ter caído. “Todos consideram muito importante para a mesa dos brasileiros”, disse.

Ele citou também o comportamento do preço de vários produtos. como tomate, batata inglesa e feijão carioca. “São produtos importantes na alimentação, particularmente nas famílias de menor renda. Portanto é comportamento importante da inflação para essa população”, afirmou.

Holland destacou a queda consistente no índice de preços no atacado, “o que coloca a inflação em um comportamento benigno nos próximos meses”. “Há expectativa da FGV de haver mais queda nos índices no atacado na próxima divulgação. O que provavelmente levaria a mais repasse de queda de preços do atacado ao consumidor nos próximos meses”, concluiu.