Exportações de carne suína crescem 8% em fevereiro

País exportou 40.779 toneladas de carne suína em fevereiro, com um faturamento de 108,31 milhões de dólares

São Paulo – O Brasil aproveitou valores mais elevados para a carne suína em fevereiro para aumentar as exportações em volume e em faturamento, informou nesta quinta-feira a associação que representa as indústrias do setor.

O país exportou 40.779 toneladas de carne suína em fevereiro, um crescimento de 7,97 por cento em relação a fevereiro de 2012, com um faturamento de 108,31 milhões de dólares, disse a Associação Brasileira das Indústrias de Carne Suína (Abipecs), em nota.

Em termos de faturamento, houve um acréscimo de 12,4 por cento na comparação anual.

O Brasil se beneficiou de uma elevação de 4 por cento no preço médio em fevereiro (2.656 dólares por tonelada), ante igual período de 2012.

Em termos de volume, a Rússia e Hong Kong lideraram as importações de carne suína do Brasil. A Rússia, que ainda mantém restrições a frigoríficos de Mato Grosso, Paraná e Rio Grande do Sul, importou 84 por cento mais ante fevereiro de 2012, totalizando 10,9 mil toneladas no mês.

O Ministério da Agricultura anunciou no final de novembro a suspensão do embargo parcial, mas representantes do setor argumentam que a restrição ainda prevalece, uma vez que depende da habilitação por Moscou de mais frigoríficos nestes Estados.

Hong Kong, segundo lugar em volume comprou 9,17 mil toneladas, crescimento de 16 por cento em fevereiro ante igual período do ano passado.

Para a Ucrânia, terceiro mercado, as vendas aumentaram 11 por cento ante fevereiro do ano passado, totalizando 8,8 mil toneladas.

Em valor, os principais mercados, em fevereiro, foram Rússia, Ucrânia e Hong Kong.

A Abipecs informou ainda que no acumulado do ano, o Brasil exportou 80,9 mil toneladas, um aumento de 6,52 por cento na comparação com o primeiro bimestre de 2012.

A receita dos dois primeiros meses de 2013 cresceu 9,87 por cento, somando 212,94 milhões de dólares. Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás foram os Estados que mais exportaram no período, informou a Abipecs.