Exportações da Alemanha voltam a aumentar em janeiro

Segundo dados do Escritório Federal de Estatísticas, ajustados sazonalmente, as exportações subiram 2,3%, superando a previsão de 1,6%

Berlim – As exportações da Alemanha voltaram a aumentar em janeiro, apoiadas pela forte demanda de fora da zona do euro em crise, elevando o superávit comercial e reforçando as esperanças de que a maior economia da Europa terá evitado uma recessão no inverno europeu.

Segundo dados do Escritório Federal de Estatísticas, ajustados sazonalmente, as exportações subiram 2,3 por cento, superando a previsão de 1,6 por cento de alta de uma pesquisa da Reuters com 18 economistas. As exportações haviam caído 4,4 por cento em dezembro -a queda mais acentuada em quase três anos.

“As exportações se recuperaram das quedas do final do ano”, disse Christian Schulz, do banco Berenberg. “A Alemanha está lucrando com sua forte diversificação. Quando a zona do euro está debilitada, a demanda de economias emergentes ajuda.” Dados não ajustados mostraram que as exportações para países da zona do euro subiram apenas 4,6 por cento em janeiro, enquanto as exportações para países da União Europeia fora do bloco monetário cresceram 7,1 por cento e para outros países, 15,4 por cento.

As fortes exportações ajudaram a ampliar o superávit comercial para 14,2 bilhões de euros, ajustados sazonalmente, de 13,9 bilhões de euros no mês anterior, superando o consenso das previsões de uma queda para 13,5 bilhões de euros.