Exportação de celulose cresce 9,6% em novembro

Na comparação com o mês exatamente anterior, outubro, quando as exportações somaram 1,129 milhão de toneladas, houve queda de 19,4%

São Paulo – As exportações de celulose cresceram 9,6% em novembro de 2015 na comparação com o mesmo mês do ano passado, para 910 mil toneladas.

Na comparação com o mês exatamente anterior, outubro, quando as exportações somaram 1,129 milhão de toneladas, houve queda de 19,4%.

No acumulado de janeiro a novembro deste ano, foram exportados 10,497 milhões de toneladas de celulose, um avanço de 9% na comparação com 2014.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 17, pela Indústria Brasileira de Árvores (Ibá).

Já a produção caiu 2,7% no mês passado ante 2014, para 1,389 milhão de toneladas.

No total de 2015, a produção soma 15,594 milhões de toneladas, um crescimento de 4% contra o ano passado.

As importações tiveram leve expansão, de 3,2% no mês, para 32 mil toneladas, e recuo de 2,3% no acumulado do ano, para 379 mil toneladas.

Papel

A produção de papel recuou 2,3% na comparação com novembro de 2014, para 841 mil toneladas.

De janeiro a novembro de 2015, foram produzidas 9,490 milhões de toneladas de papel, volume praticamente estável contra o ano passado (-0,3%).

A surpresa, contudo, aparece no aumento das exportações de papel, de 25,9% em novembro de 2015 contra 2014, para 170 mil toneladas.

No acumulado do ano, as exportações subiram 10,1%, para 1,867 milhão de toneladas.

As vendas no mercado doméstico, por sua vez, recuaram 4,7%, para 468 mil toneladas em novembro de 2015 e as importações caíram 39,8%, para 59 mil toneladas.

Painéis de madeira

Já as vendas domésticas de painéis de madeira caíram 18,5% somente no mês de novembro deste ano ante 2014, para 514 mil metros cúbicos.

As exportações subiram 106,3%, para 66 mil m3. No total dos 11 primeiros meses de 2015, as vendas domésticas de painéis de madeira diminuíram 10,8%, para 5,943 milhões de m3, e as exportações tiveram alta de 43,9%, para 564 mil m3.

Receita

Nos primeiros 11 meses de 2015, a receita de exportações de celulose, painéis de madeira e papel totalizou US$ 7,104 bilhões, crescimento de 5,3% em relação ao mesmo período de 2014.

O saldo da balança comercial do setor de janeiro a novembro de 2015 é de US$ 5,875 bilhões, alta de 16,4% na comparação com o mesmo período de 2014.

Na divisão por destino, as exportações brasileiras de celulose para a América Latina evoluíram 21,8% de janeiro a novembro de 2015, para US$ 95 milhões FOB.

Outras expansões foram observadas nas vendas para a China, que subiram 8,4%, para US$ 1,706 bilhão FOB, e para Ásia/Oceania, de 10,5%, para US$ 443 milhões FOB.

O principal mercado para o setor, a Europa, teve expansão das exportações de 2,2% nos primeiros 11 meses do ano, para US$ 1,936 bilhão FOB.

Para a América do Norte as vendas aumentaram 0,9%, para US$ 898 milhões FOB.