Excedente comercial chinês alcança US$ 26,7 bilhões

As exportações totalizaram 178 bilhões de dólares, uma alta de 2,7% em ritmo anual, e as importações somaram 151,3 bilhões de dólares

Pequim – O excedente comercial de China aumentou em agosto a 26,7 bilhões de dólares, contra 25,1 bilhões em julho, em um contexto de retrocesso das importações, informou o governo de Pequim

As exportações totalizaram 178 bilhões de dólares, uma alta de 2,7% em ritmo anual, e as importações somaram 151,3 bilhões de dólares, uma contração de 2,6% na comparação com agosto de 2011.

O frágil dinamismo do comércio exterior da China acontece em um contexto de desaceleração do crescimento da segunda economia mundial.

A demanda interna não consegue substituir o papel de motor que era cumprido pelas exportações, que sofrem com as dificuldades da Europa, seu principal mercado.

Em 2011, as exportações chinesas cresceram 20,3% e as importações 24,9%.

No segundo trimestre, o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) chinês foi limitado a 7,6%, o pior índice em três anos.

O governo estabeleceu como meta alcançar um crescimento econômico de 7,5% em 2012 e em uma alta de 10% do comércio exterior.