Eventual revisão do PIB 2012 será feita dia 03, diz IBGE

IBGE comunicou que não se manifestará sobre declarações de Dilma Rousseff de que o Produto Interno Bruto brasileiro em 2012 foi revisado de 0,9% para 1,5%

Rio – O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira, 26, que eventuais revisões em resultados das Contas Nacionais Trimestrais serão divulgados em dia 3 de dezembro, quando o órgão irá anunciar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre deste ano.

O IBGE comunicou que não vai se manifestar sobre as declarações da presidente Dilma Rousseff de que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2012 foi revisado de 0,9% para 1,5%. A presidente fez a declaração em entrevista à versão em português do jornal El país.

Nos resultados que serão divulgados na semana que vem, o IBGE decidiu já incorporar ao cálculo do PIB trimestral os dados revistos da Pesquisa Industrial Mensal (PIM-PF/IBGE) e da Produção Agrícola Municipal (PAM/IBGE) e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE), ambas já divulgadas para 2012.

Mas a expectativa de analistas é maior pela entrada no cálculo do PIB da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS/IBGE), que começou a ser divulgada recentemente pelo instituto e passa a ser regularmente incorporada como fonte de dados para as Contas Nacionais Trimestrais.

Os resultados da pesquisa foram considerados nos segmentos de Transporte de carga; Transporte de passageiro; Correio; Serviços de informação; Serviços de manutenção e reparação; Serviços de alojamento e alimentação; Serviços prestados às empresas; e Serviços prestados às famílias.

Em abril deste ano, a LCA Consultores fez um estudo sugerindo que o PIB de serviços tinha sido subestimado no ano passado. Pelos cálculos da consultoria, o crescimento econômico de 2012 foi de 2,9%, e não de 0,9%, como divulgado pelo IBGE.

O estudo foi antecipado pelo Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, e virou tema de uma reunião entre a presidente Dilma Rousseff e os economistas Luiz Gonzaga Belluzzo, Delfim Netto e Yoshiaki Nakano. O setor de serviços tem um peso de 68,5% na formação do PIB.

A Coordenação de Contas Nacionais do IBGE costuma fazer uma revisão mais abrangente na divulgação dos resultados do terceiro trimestre de cada ano, quando as séries das contas trimestrais incorporam os resultados anuais definitivos, publicados com uma defasagem de dois anos.

O IBGE não tem divulgado as contas anuais definitivas por conta de uma ampla revisão metodológica, que tem como objetivo adequar o cálculo do PIB brasileiro a recomendações internacionais.

Os resultados definitivos das contas nacionais só serão divulgados quando a revisão metodológica estiver completa, o que está previsto para acontecer entre o final de 2014 e início de 2015. Até lá, os dados calculados com base nos resultados trimestrais podem sofrer revisões consideráveis.