Europa é risco para economia mundial, diz presidente do Fed

Presidente do Federal Reserve citou principalmente os baixos índices de inflação e o crescimento fraco na região

A presidente do <strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/fed">Federal Reserve</a></strong>, <strong><a href="http://www.exame.com.br/topicos/janet-yellen">Janet Yellen</a></strong>, afirmou nesta quarta-feira que a Europa continua apresentando um "risco" para a economia mundial.</p>

“A conjuntura europeia faz parte dos riscos que pesam sobre a economia mundial”, declarou Yellen em uma coletiva de imprensa concedida em Washington, citando principalmente os baixos índices de inflação e o crescimento fraco na União Europeia, que tem tido dificuldade para superar a crise da dívida de 2010-2011.

O crescimento da zona do euro ficou estagnado no segundo trimestre. O BCE revisou para baixo sua previsão de crescimento este ano, a 0,9% em comparação com o 1% estimado antes.

“Evidentemente, esperamos que consigam melhorar o crescimento e a inflação”, afirmou Yellen, considerando que isso seria positivo para a economia mundial e para os Estados Unidos.