Eurogrupo tem 2º dia de reuniões com desconfiança

Reunião começa com a intenção de chegar a algum consenso para ser apresentado mais tarde aos chefes de Estado e de Governo dos 19 países do euro.

Bruxelas, 12 jul (EFE).- Os ministros de Economia e Finanças da zona do euro (Eurogrupo) iniciaram neste domingo seu segundo dia de reuniões sobre a crise grega, em meio à desconfiança em relação à Grécia e com a intenção de chegar a algum consenso que possam apresentar mais tarde aos chefes de Estado e de Governo dos 19 países do euro.

“Acho que é relativamente pouco provável que a Comissão Europeia obtenha hoje um mandato para começar as negociações formais sobre um terceiro programa ou um programa do Mecanismo Europeu de Estabilidade, mas acho que o Eurogrupo pode preparar e dar sua contribuição para as discussões dos líderes de depois”, disse o vice-presidente da Comissão Europeia para o Euro, Valdis Dombrovskis.

O ministro da Economia e Finanças italiano, Pietro Carlo Padoan, assinalou que se espera que o governo grego “adote a partir de amanhã medidas importantes que sirvam em primeiro lugar aos gregos e depois para reconquistar a confiança porque, falemos francamente, o maior obstáculo para o acordo é a ausência de confiança”. EFE