Tesouro dos EUA diz estar avaliando desvalorização do yuan

País está preocupado com possíveis consequências globais da queda da moeda chinesa

Pequim – Os EUA estão avaliando de perto a recente fraqueza no yuan e estão preocupados com possíveis consequências globais da queda da moeda chinesa.

Uma autoridade sênior do Departamento do Tesouro dos EUA afirmou que “pode haver sérias preocupações” se Pequim se distanciar dos planos de permitir que as forças do mercado tenham um impacto maior na taxa cambial do yuan, especialmente se as autoridades chinesas estiverem, ao mesmo tempo, citando a maior flexibilidade da moeda.

A autoridade, que falou aos repórteres sobre o que deve ser discutido na reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI), afirmou que os movimentos da taxa cambial chinesa enviam um sinal sobre como a China pretende direcionar suas reformas.

Um yuan mais fraco torna as exportações chinesas mais competitivas na comparação com produtos americanos, o que é uma preocupação para empresas dos EUA e políticos de Washington.