EUA podem sofrer recessão por lei que corta déficit fiscal

Caso não seja modificada a lei atual, o déficit do Estado Federal ficará limitado a 4% do PIB, ou seja, 641 bilhões de dólares para o exercício fiscal 2013

Washington – Os Estados Unidos poderão entrar em recessão em 2013 caso em janeiro entre em vigor uma norma orçamentária mais restrita, que exige um corte do déficit fiscal, disse nesta quarta-feira o Escritório de Orçamento do Congresso (CBO).

Caso não seja modificada a lei atual, o déficit do Estado Federal ficará limitado a 4% do PIB, ou seja, 641 bilhões de dólares para o exercício fiscal 2013, contra os 7,3% permitido para 2012, disse a CBO em suas projeções sobre a economia e o orçamento.

Caso o Congresso não chegue a um acordo sobre uma fórmula para cortar o nível de endividamento do país antes do final do ano, serão ativados de forma automática um conjunto de medidas para cortar o gasto, conhecidas como “precipício fiscal”, que levam a um incremento dos impostos.

Segundo a CBO, este saneamento das contas públicas terá consequências negativas como uma contração de “0,5% do PIB, em projeção anual, para o quarto trimestre de 2013 e uma alta da taxa de desemprego a 9% para o segundo trimestre de 2013”.