EUA: contratações têm forte alta e fazem desemprego recuar

O saldo de novas contratações, que totalizou 243.000 empregos, surpreendeu o mercado

Washington – As contratações se aceleraram nos Estados Unidos em janeiro, com a criação de 243.000 empregos, permitindo que a taxa de desemprego recuasse pelo quinto mês consecutivo, para 8,3%, segundo cifras divulgadas nesta sexta-feira pelo Departamento de Trabalho.

O desemprego chegou ao mesmo nível de fevereiro de 2009, enquanto que a estimativa média dos analistas era de 8,5%.

O saldo de novas contratações surpreendeu o mercado, sendo que os especialistas esperavam 155.000 novos postos de trabalho criados em janeiro.

As cifras do Departamento de Trabalho mostram ainda que a redução de janeiro aconteceu simultaneamente a um aumento de 0,3% da população ativa com relação a dezembro.

No setor privado, todos os setores da atividade foram geradores de emprego, com exceção dos de informação e finanças, que, somados, reduziram em 18.000 seu número de postos de trabalho.

No setor público, a perda de empregos foi a mais baixa dos últimos quatro anos, com 14.000.