Estimativa do BC para IPCA em 2012 sobe para 4,7%

O cenário de referência pressupõe manutenção da taxa de câmbio constante em R$ 2,00 e meta para a taxa Selic em 8,50% ao ano

Brasília – O Banco Central revisou sua projeção para o IPCA em 2012, no cenário de referência, de 4,4% para 4,7%. Para 2013, a estimativa caiu de 5,2% para 5%, segundo Relatório Trimestral de Inflação divulgado nesta quinta-feira.

Para o IPCA em 12 meses até o 2º trimestre de 2012, a projeção segue em 5,00% no cenário de referência. Até o 3º trimestre, subiu de 4,4% para 4,6%. A projeção em 12 meses até 1º trimestre de 2013 subiu de 4,9% para 5,2% ainda no cenário de referência

Até o 2º trimestre de 2013, segue em 5,00%. Até o 3º trimestre, caiu de 5,2% para 5,1%. A estimativa em 12 meses até o 1º trimestre de 2014 continua em 5,1%. Até o 2º trimestre de 2014, a projeção é de 5,1% no cenário de referência.

De acordo com o BC, a data de corte das informações foi o dia 8 de junho de 2012. O cenário de referência pressupõe manutenção da taxa de câmbio constante em R$ 2,00 e meta para a taxa Selic em 8,50% ao ano. No Relatório de Inflação de março de 2012, foram considerados câmbio de R$ 1,75 e Selic de 9,75% ao ano.