Estas serão as populações mais velhas em 2050

Atenção membros da geração Y do Japão, Coreia, Grécia, Itália, Portugal e Espanha

Atenção membros da geração Y do Japão, Coreia, Grécia, Itália, Portugal e Espanha.

Em 2050 vocês terão entrado, ou se somado, às fileiras das economias superenvelhecidas do mundo, onde mais de 40 por cento da população provavelmente terá mais de 60 anos de idade, de acordo com os dados mais recentes das Nações Unidas.

Isso representa um fardo para as próximas gerações, que pagarão um sistema de bem-estar que vai estrangular a economia, com crescimento lento e dívidas crescentes.

A HelpAge International, uma ONG com sede em Nova York, compilou um ranking de 2015 dos lugares onde os idosos têm a melhor qualidade de vida.

As pontuações de baseiam em coisas como cobertura de pensão, instalações de assistência médica e acesso ao transporte público.

Dos seis países que estão envelhecendo mais rapidamente, somente o Japão – que já tem a população mais idosa do mundo – parece estar pensando em como cuidar de seus idosos.

A Grécia e a Coreia do Sul estão entre os piores lugares para morar para as pessoas na faixa dos 60 anos de idade.

O relatório de 28 páginas destaca como a crise financeira de 2008 teve um impacto devastador sobre as gerações mais velhas, atingindo mais duramente o sul da Europa.

Grécia e Japão

A Grécia, que fica atrás da Venezuela e da África do Sul no ranking, foi obrigada a fazer reduções nos cheques de aposentadoria em troca de um resgate para continuar na zona do euro.

As filas de pensionistas empobrecidos que esperavam na porta dos bancos fechados se tornaram a face humana da crise.

O Japão, que ficou em oitavo lugar, à frente dos EUA, “reflete políticas sociais progressistas”, disse o relatório. “O país deu prioridade à saúde e à educação desde cedo e estabeleceu uma cobertura médica universal”.

Durante os próximos 35 anos, o total de pessoas com mais de 60 anos no mundo vai aumentar para 2,1 bilhões, dos 901 milhões de 2015, ou seja, representará 21,5 por cento da população mundial, na comparação com os 12,3 por cento atuais, disse a HelpAge.