Entrada de dólares supera saída em US$ 447 milhões até 13/2

Após o registro de fortes entradas no primeiro mês do ano, o fluxo cambial total foi reduzido

Brasília – O fluxo cambial total foi reduzido em fevereiro, depois do registro de fortes entradas em janeiro, principalmente na área financeira.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira, 19, pelo Banco Central, mesmo assim o volume de recursos que entraram no Brasil em fevereiro até o dia 13 foi US$ 447 milhões maior do que saiu.

No encerramento de janeiro, o saldo havia ficado positivo em US$ 3,903 bilhões, em meio a um clima de confiança na nova equipe econômica e com o atual ciclo de aperto monetário, tendo como cenário externo o aumento da liquidez internacional.

As operações financeiras, que lideraram as entradas nos primeiros dias de 2015, registram uma saída líquida, já descontado total de ingressos, de US$ 481 milhões.

Chegaram ao País por esse canal US$ 22,555 bilhões, enquanto US$ 23,036 bilhões deixaram o território nacional.

A área financeira reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Já no comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 928 milhões nos primeiros dias de fevereiro, com importações de US$ 6,064 bilhões e exportações de US$ 6,992 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 1,246 bilhão em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 1,564 bilhão em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 4,182 bilhões em outras entradas.

Semana passada

O BC informou nesta quinta que o volume de recursos que saíram no Brasil dos dias 9 a 13 de fevereiro somou US$ 376 milhões. Na semana anterior, de 2 a 6, o saldo havia ficado positivo em US$ 824 milhões.

As operações financeiras, que lideraram as entradas nos primeiros dias de 2015, registram uma saída líquida, já descontado total de ingressos, de US$ 480 milhões na semana passada.

Chegaram ao País por esse canal US$ 12,130 bilhões, enquanto US$ 12,609 bilhões deixaram o território nacional dos dias 9 a 13 de fevereiro.

A área financeira reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

Já no comércio exterior, o saldo ficou positivo em US$ 104 milhões na semana em questão, com importações de US$ 3,484 bilhões e exportações de US$ 3,588 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 688 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 938 milhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 1,962 bilhão em outras entradas.

Ano

O fluxo cambial total seguiu positivo no ano até a semana passada em US$ 4,350 bilhões – no encerramento de janeiro, essa conta já somava US$ 3,903 bilhões.

Dados divulgados pelo BC revelam que, em igual período do ano passado, o fluxo cambial estava positivo em US$ 1,928 bilhão.

Conforme os dados do BC, as operações financeiras, que foram no ano passado a principal porta de saída de recursos (US$ 13,424 bilhões), registraram uma entrada de US$ 3,637 bilhões no acumulado de 2015 até o dia 13 de fevereiro.

O ingresso de recursos pela área financeira, que reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações, foi de US$ 74,014 bilhões, enquanto os envios somaram US$ 70,377 bilhões.

Já no comércio exterior, o saldo do ano até o dia 13 de fevereiro ficou positivo em US$ 713 milhões, com importações de US$ 21,668 bilhões e exportações de US$ 22,381 bilhões.

Nas exportações, estão incluídos US$ 4,876 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 4,622 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 121,882 bilhões em outras entradas.