Empresas ficaram longe do crédito em janeiro, diz Serasa

O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito subiu 0,2% em janeiro de 2014, sinalizando um cenário próximo da estagnação

São Paulo – O Indicador de Demanda das Empresas por Crédito subiu 0,2% em janeiro de 2014 com relação ao mesmo mês de 2013, sinalizando um cenário próximo da estagnação, informou nesta segunda-feira, 17, a Serasa Experian. Na comparação com dezembro, houve alta de 6%, devido à maior quantidade de dias úteis neste primeiro mês do ano.

Em nota, os economistas da Serasa explicam que a alta dos juros e do dólar e as incertezas dos empresários quanto ao cenário econômico para 2014 têm contribuído para manter em compasso de espera a busca por crédito neste início de ano.

O balanço mensal aponta crescimento de 9,9% na demanda das grandes empresas por crédito em janeiro de 2014 ante janeiro de 2013. Já as micro e pequenas empresas registraram a alta de apenas 0,3%, enquanto as médias tiveram recuo de 3,1% no mesmo período.

Os melhores desempenhos regionais da busca empresarial por crédito neste primeiro mês de 2014 foram vistos no Centro-Oeste e no Nordeste, ambos com avanço de 2,4% na comparação com janeiro de 2013. No Sudeste houve elevação de 0,4% e no Norte a variação foi nula. O Sul foi a única região brasileira que verificou queda, de 2,6%.