Embarques de minério crescem 17%, mas preço recua em outubro

Os preços da matéria-prima do aço recuaram cerca de 40 por cento ante os de outubro de 2011

São Paulo – Os embarques de minério de ferro do Brasil saltaram 17 por cento em outubro em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Mas os preços da matéria-prima do aço recuaram cerca de 40 por cento ante os de outubro de 2011, levando o valor total das exportações de minério de ferro a uma queda, diante de notícias que apontavam uma desaceleração da economia da China, o maior importador global.

O valor total das exportações do Brasil em outubro atingiu 2,64 bilhões de dólares, ante 2,43 bilhões em setembro e 3,79 bilhões em outubro de 2011.


O volume exportado atingiu 32,64 milhões de toneladas, ante 27,67 milhões de toneladas em setembro e 27,80 milhões de toneladas um ano antes, informou a Secex nesta quinta-feira.

A média diária de cada tonelada de minério de ferro ficou em 80,9 dólares, ante 136,6 dólares por tonelada um ano antes e 87,9 dólares em setembro.

A Vale, maior produtora de minério de ferro do mundo, informou durante a divulgação de seu balanço financeiro que retardou no terceiro trimestre as vendas do produto no mercado em meio a preços baixos no período.

O valor médio do produto vendido pela Vale no terceiro trimestre foi de 83,69 dólares por tonelada, cerca de 45 por cento inferior ao preço de 151,26 dólares por tonelada no mesmo período do ano passado.