Elevação de juros será muito gradual, diz funcionário do Fed

Jerome Powell, membro com voto do Comitê de Política Monetária do Fed, disse que confia em uma volta da inflação em torno de 2% no médio prazo

Washington – O aumento das taxas de juros nos Estados Unidos, que começará neste ano, será feito “muito gradualmente”, assegurou nesta quarta-feira um alto funcionário do Federal Reserve.

“As condições econômicas devem permitir uma primeira elevação das taxas mais para frente neste ano”, disse em um discurso em Nova York Jerome Powell, para quem o primeiro aumento das taxas e a reação dos mercados que o seguirá não devem “frear o avanço da economia”.

“Se a economia continuar nesse caminho, será conveniente durante algum tempo elevar as taxas muito gradualmente”, acrescentou.

Powell, membro com voto do Comitê de Política Monetária do Fed, disse que confia em uma volta da inflação em torno de 2% no médio prazo. Lembrou que antes da queda dos preços do petróleo e da valorização do dólar, a inflação anual era de cerca de 1,5%, contra 0,3% (índice PCE) de hoje.

“Quando esses choques passarem, espero que a inflação volte aos níveis anteriores e aumente gradualmente à meta de 2% no médio prazo”, disse.

Em relação ao emprego, Powell estimou que “o reduzido aumento dos salários sugere que ainda há margem no mercado de trabalho”, inclusive com uma taxa de desemprego de 5,5%, perto do que se considera pleno emprego.

Powell se diz preocupado com uma política monetária muito flexível que acabe gerando instabilidade financeira, conduzindo investidores à procura de rendimentos mais arriscados.