Eleição de Trump dispara cotação do cobre

Cotação do cobre chegou a 5.443 dólares a tonelada às 8H00 GMT, antes de retroceder para 5.348,50 dólares

A cotação do cobre chegou nesta quarta-feira a seu maior valor em 18 meses, graças às reiteradas promessas de realizar grandes obras de construção feitas por Donald Trump, eleito presidente dos Estados Unidos.

A cotação do cobre chegou a 5.443 dólares a tonelada às 8H00 GMT, antes de retroceder para 5.348,50 dólares. Na terça-feira fechou a 5.248 dólares.

Pouco antes de chegar a esta cotação, o futuro presidente norte-americano pronunciou um discurso em que renovou suas promessas de grandes construções.

“Vamos reconstruir nossas estradas, nossas pontes, nossos túneis, nossos aeroportos e nossos hospitais. Vamos reconstruir nossas infraestruturas, que serão inigualáveis, e fazendo isso daremos trabalho a milhões de pessoas”, prometeu Donald Trump em seu primeiro pronunciamento após a vitória.

“Os preços são sustentados pel perspectiva de estímulo fiscal aos Estados Unidos em favor da infraestrutura”, comentou Jens Naervig Pedersen, analista de Dankse Bank, após o discurso.

Os analistas do Comerzbank consideraram “excessiva” a “reação dos preços” e a classificaram de “não completamente explicável”.

“O risco de conflitos comerciais entre China e Estados Unidos dirigidos por Donald Trump poderão pesar nas exportações chinesas”, acrescentaram.