Economistas esperam alta de juros nos EUA em dezembro

Quase todos os economistas ligados a empresas ou à academia na mais recente pesquisa do Wall Street Journal esperam que o Fed eleve os juros na reunião

Nova York – A vitória do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, na corrida pela Casa Branca não deve levar o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) a esperar mais para elevar os juros em dezembro, segundo pesquisa de economistas conduzida após a eleição norte-americana.

Quase todos os economistas ligados a empresas ou à academia na mais recente pesquisa do Wall Street Journal esperam que o Fed eleve os juros na reunião de 13 a 14 de dezembro.

Para 96,5% dos economistas ouvidos, haverá elevação de juros no próximo mês.

Na pesquisa de outubro, antes da eleição de 8 de novembro portanto, 83,1% dos economistas ouvidos previam uma elevação dos juros em dezembro.

O Fed decidiu manter os juros na reunião de 1º e 2 de novembro, mas deu novos sinais de que os dirigentes devem em breve elevá-los, diante do quadro mais forte para a inflação.

O banco central elevou os juros pela última vez em dezembro de 2015, após mantê-los perto de zero durante anos desde a crise financeira de 2008. Agora, a taxa básica de juros do país está entre 0,25% e 0,5%.

A eleição de Trump na semana passada inicialmente gerou dúvidas sobre a mudança da direção econômica em um novo governo republicano e especulações sobre se isso poderia alterar os planos do Fed.

Há também dúvidas sobre se a presidente do Fed, Janet Yellen, poderia sair mais cedo do posto, já que Trump a criticou durante a campanha.

Na pesquisa do jornal, apenas dois dos 57 economistas ouvidos esperam que o banco central espere até o próximo ano para elevar os juros.

“Com a eleição decidida, um sólido mercado de trabalho e a inflação avançando, o Fed tem a oportunidade de começar de novo a elevar os juros em dezembro”, disse Rajeev Dhawan, economista ligado à Universidade Georgia State.

Na média das previsões, os economistas esperam que a taxa dos fed-funds suba a 0,62% até o fim deste ano, 1,17% até o fim de 2017 e 1,93% até o fim de 2018.

Isso sugere uma elevação de 0,25 ponto porcentual neste ano, duas em 2017 e pelo menos três em 2018.

Trump prometeu cortar impostos e gastar mais com defesa e infraestrutura. Vários economistas ouvidos disseram esperar mais gastos do governo e maior inflação, o que deve levar o Fed a elevar mais os juros para conter a alta dos preços.

Fonte: Dow Jones Newswires