É muito cedo para reduzir estímulo do Fed, diz Dudley

Segundo presidente Fed de Nova York, cenário econômico pode não ser claro o bastante para que decisão seja tomada nos próximos três ou quatro meses

Nova York – É muito cedo para determinar se o programa de compra maciça de títulos do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, deve ser reduzido, e o cenário econômico pode não ser claro o bastante para que essa decisão seja tomada nos próximos três ou quatro meses, disse o presidente Fed de Nova York, William Dudley.

Um aliado próximo do chairman do Fed Ben Bernanke, Dudley disse à Bloomberg TV que é possível diminuir o ritmo de compra mensal de ativos de 85 bilhões de dólares até o outono (no hemisfério norte) “se a economia for melhor e se o mercado de trabalho continuar a progredir” frente a políticas fiscais mais apertadas.

“Isso realmente depende de como o cenário econômico irá evoluir… É muito cedo para tomar essa decisão”, disse Dudley em entrevista realizada na terça-feira, mas que foi ao ar nesta quarta-feira.

“Acho que daqui a três ou quatro meses teremos uma noção muito melhor sobre se a economia está saudável o suficiente para superar o peso fiscal ou não.” (Reportagem de Jonathan Spicer)