Draghi prevê inflação baixa no médio prazo na União Europeia

O presidente do BCE prometeu manter a estabilidade dos preços

Frankfurt – O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, afirmou nesta quinta-feira (9) que a inflação na zona do euro deve permanecer baixa no médio prazo e prometeu que vai usar todos os instrumentos necessários para garantir a estabilidade dos preços.

Em dezembro, o índice desacelerou e ficou em 0,8%, contra os 0,9% de novembro, fato que, segundo o italiano, já era esperado.

“Quero ser claro: temos um mandato para defender a estabilidade dos preços em ambas as direções”, afirmou Draghi.

No entanto, ele não especificou quais medidas estão sendo estudadas para evitar uma inflação excessivamente baixa e nem se entre elas estaria a compra direta de títulos, como tem feito o Federal Reserve (FED), o banco central dos Estados Unidos.

“Não quero entrar em detalhes, mas o conselho diretivo está pronto para usar todos os instrumentos”, ressaltou o presidente do BCE, que manteve no patamar mínimo histórico de 0,25% a taxa básica de juros nos países europeus que utilizam a moeda comum.

Draghi ainda se mostrou cauteloso em decretar vitória sobre a crise econômica que atinge o continente a salientou que a recuperação das nações com problemas ainda é frágil e que existem muitos riscos.