Dívida mantém-se em “níveis historicamente altos”, diz FMI

A dívida pública dos países ricos terá um pequeno aumento neste ano para alcançar 106,5% do PIB

Washington – A dívida dos países ricos se estabilizou, mas continua em “níveis historicamente altos”, e pode aumentar mais, devido a uma reativação “titubeante” da economia, indicou nesta quarta-feira o Fundo Monetário Internacional (FMI).

“Os esforços fiscais nos últimos cinco anos estabilizaram a relação entre dívida pública e PIB, embora permaneçam em um nível elevado”, afirmou o FMI em seu relatório semestral sobre finanças públicas.

A dívida pública dos países ricos terá um pequeno aumento neste ano para alcançar 106,5% (+0,3 ponto) do PIB, antes de baixar em 2015 para 106,0%.

As pressões sobre as finanças públicas foram aliviadas pela debilidade das taxas de juros nos países ricos. “Mas os níveis da dívida historicamente altos e uma reativação titubeante associada aos futuros custos das aposentadorias e do setor de saúde fazem com que os riscos permaneçam elevados”, indica o relatório.