Disputa na Usiminas; PIB chinês…

Segunda-feira 11

– A segunda-feira tem tudo para ser mais um dia de brigas entre os sócios da mineradora Usiminas. Na semana passada, a companhia japonesa Nippon, sócia controladora ao lado do grupo ítalo-argentino Ternium, entrou com um pedido na Justiça de Minas Gerais para que um interventor assuma a presidência no lugar de Sérgio Leite. A Nippon alega que sua eleição feriu o acordo de acionistas. A juíza que cuida do caso marcou uma reunião para hoje para tentar fechar um acordo entre as duas partes.

– A Fundação Getúlio Vargas divulga a primeira prévia do mês de julho da inflação medida pelo Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M). A projeção é de uma alta de 1,10%, ante os 1,12% do mesmo período de junho.

Terça-feira 12

– O IBGE divulga os resultados da Pesquisa Mensal do Comércio em maio. A expectativa é de que as vendas no varejo tenham uma alta de 0,5% na comparação com abril. Já no acumulado dos primeiros cinco meses deste ano, a expectativa é de uma retração de 6,1%, na comparação com igual período do ano anterior.

Quarta-feira 13

– Na Europa, a Zona do Euro divulga a produção industrial de maio do bloco, um importante termômetro sobre a economia local. A expectativa é que haja uma retração de 0,8% na comparação mensal.

– O banco central americano, o Federal Reserve, publica o famoso “Beige Book” (Livro Bege). Trata-se de um relatório sobre a situação econômica do país em cada um dos 12 distritos dos EUA. O relatório é utilizado pelas autoridades para decidir se elevam o não os juros do país, atualmente entre 0,25% e 0,50%.

– A China divulga sua balança comercial de junho, que, como sempre, serve de termômetro para medir a desaceleração de sua economia.

Quinta-feira 14

– O Banco Central publica o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) de maio. O índice é considerado uma prévia da inflação e especialistas esperam uma leve alta mensal de 0,1%. Em abril, o IBC-Br ficou praticamente estável após 15 meses de queda.

– No Reino Unido, o Banco da Inglaterra fará sua primeira reunião para decidir sobre a taxa de juros do país desde o referendo que culminou no pedido de saída dos britânicos da União Europeia.

– A China divulga o Produto interno Bruto do país no segundo trimestre. A expectativa é que o crescimento continua mais lento, em torno de 6,6%, ante o crescimento de 6,7% da economia chinesa no mesmo período do ano passado.

Sexta-feira 15

– A FGV publica o Índice Geral de Preços 10 (IGP-10) de julho, importante indicador inflacionário. A expectativa é de uma alta de 1,38% na comparação mensal.

– Os Estados Unidos divulgam os preços ao consumidor de junho e as vendas no varejo. As vendas no varejo devem crescer pelo terceiro mês consecutivo em junho, corroborando o fortalecimento da economia no país. Os preços ao consumidor também devem subir, mostrando que a inflação está se movendo em linha com o objetivo do banco central do país.

– A China divulga expectativas do PIB do segundo trimestre. Economistas acreditam que o país vá informar um crescimento de 6,6%, abaixo dos 6,7% do início do ano. A meta do governo é permanecer entre 6,5 e 7%.