Devoluções de cheques por falta de fundos aumentam no mês

Na comparação com o de outubro de 2011 (1,92%), no entanto, o índice ficou praticamente estável

São Paulo – A proporção de cheques devolvidos por falta de fundos aumentou, em outubro, atingindo 1,94% do total compensado ante 1,87%, em setembro, segundo a pesquisa mensal da empresa de consultoria Serasa Experian. Na comparação com o de outubro de 2011 (1,92%), no entanto, o índice ficou praticamente estável.

Os economistas da Serasa justificaram que a elevação está relacionada às compras para o Dia da Criança. Eles observaram, porém, que a taxa de devoluções no décimo mês do ano é a terceira mais baixa este ano, atrás apenas das de setembro (1,87%) e janeiro (1,93%).

No acumulado do ano, o volume devolvido alcançou 2,02% do total de cheques compensados, acima da taxa registrada em igual período de 2011. Na análise comparativa de janeiro a outubro, o estado de Roraima apresentou a maior taxa (11,8%) e São Pauto registrou a menor (1,47%). Por região, a Norte lidera, com 4,42%, enquanto o Sudeste teve a menor variação (1,59%).