Desemprego na zona do euro alcança 10,9%

A taxa aumentou um décimo em março na comparação com o mês anterior

Bruxelas – A taxa de desemprego na zona do euro aumentou um décimo em março – na comparação com o mês anterior – e alcançou 10,9%, segundo os dados divulgados nesta quarta-feira pelo Eurostat, o escritório comunitário de estatística.

Segundo os dados publicados hoje, na Espanha o índice subiu três décimos e chegou a 24,1%, os piores números entre todos os 27 países da União Europeia (UE), onde a taxa se manteve estável em 10,2%.

Durante os últimos seis meses, o desemprego aumentou a um ritmo mensal praticamente estável de um décimo tanto nos países da moeda única como em toda a UE.