Desemprego cai para 16,5% na Região Metropolitana de SP, mostra Dieese

O total de desempregados em outubro foi estimado em 1,83 milhão de pessoas, 75 mil a menos que no mês anterior

A taxa de desemprego total na Região Metropolitana de São Paulo ficou em 16,5 por cento no mês de outubro, com queda em relação a setembro, quando foi registrado 17,3 por cento. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 28, pela Fundação Seade e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O total de desempregados em outubro foi estimado em 1,83 milhão de pessoas, 75 mil a menos que no mês anterior. O nível de ocupação aumentou com a abertura de 154 mil postos de trabalho. O contingente de ocupados foi estimado em 9,28 milhões de pessoas.

A pesquisa apontou aumento de 0,7 por cento na população economicamente ativa, já que 71 mil pessoas entraram no mercado de trabalho.

No mês de outubro, por setores, houve aumento de postos de trabalho nos serviços, que apresentou alta de 1,7 por cento (92 mil postos), no comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas, cuja elevação foi de 2,3 por cento (38 mil vagas) e na Indústria de Transformação, com alta de 1 por cento (14 mil vagas). A construção ficou estável.

Entre agosto e setembro de 2018, o rendimento médio real dos ocupados diminuiu 1,2 por cento, chegando a 2.049 reais. A renda dos assalariados também reduziu 1,1 por cento, passando a 2.072 reais.