Demanda por combustível com alto teor de enxofre cairá 25%, diz Exxon

Agência Internacional de Energia previu que a demanda diminuirá 60% em 2020, enquanto a demanda por gasóleo marítimo mais que dobrará

Bangalore — A Exxon Mobil espera que a demanda por óleo combustível caia 25 por cento até 2025 devido ao estabelecimento de novas regulações para emissão, que se iniciarão no próximo ano, disse nesta segunda-feira, 25, uma autoridade de alto nível da empresa de petróleo e gás dos Estados Unidos.

Um novo limite de 0,5 por cento para o conteúdo de enxofre no combustível para navios, definido pela Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla em inglês), entrará em vigência em 2020.

A Agência Internacional de Energia previu que a demanda por combustível com alto teor de enxofre diminuirá 60 por cento no próximo ano, enquanto a demanda por gasóleo marítimo mais que dobrará.

O presidente da Exxon, Bryan Milton, fez declarações na conferência de energia Scotia Howard Weil, em Nova Orleans, nesta segunda-feira.