Custo da construção civil sobe 7,58% em 2011

O Índice Nacional de Custo da Construção é calculado com base nos preços de materiais, equipamentos, serviços e mão de obra da construção civil

São Paulo – O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), registrou em 2011 variação positiva de 7,58%. Em dezembro, a taxa foi 0,35%. O índice é calculado com base nos preços de materiais, equipamentos, serviços e mão de obra da construção civil.

O destaque ficou com a mão de obra, com uma elevação de 10,72%, em 2011. O índice referente a materiais e equipamentos teve alta de 4,19% no ano e o de serviços subiu 6,18%.

Em dezembro, o INCC registrou variação positiva de 0,35%, pouco menor do que o resultado do mês anterior, (0,5%). O índice correspondente a materiais e equipamentos registrou variação de 0,18%. No mês anterior, a taxa havia sido 0,26%. Dois dos quatro subgrupos componentes apresentaram decréscimo em suas taxas de variação: materiais para estrutura (de 0,22% para 0,05%) e equipamentos para transporte de pessoas (de 0,93% para 0,1%).

No último mês do ano, mão de obra registrou variação de 0,47%. No mês passado, a taxa havia sido 0,73%.