Crescimento ganhará impulso nas economias desenvolvidas, diz OCDE

Em seus indicadores de dezembro, a Organização afirmou que o crescimento se acelerará nos Estados Unidos, Canadá, Japão, Alemanha e França

Paris – O crescimento econômico ganhará impulso nas economias desenvolvidas, embora de forma moderada, enquanto persiste a incerteza sobre os efeitos do “Brexit” (saída do Reino Unido da União Europeia) na economia britânica, indicou nesta quarta-feira a OCDE.

Em seus indicadores compostos mensais de dezembro, a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) afirmou que o crescimento se acelerará nos Estados Unidos, Canadá, Japão, Alemanha e França.

No Reino Unido, embora haja sinais de que a ativação econômica ganha vigor, os indicadores estão abaixo da média perante “a incerteza” sobre o acordo de saída da União Europeia que finalmente será alcançado, acrescentou.

O indicador aponta para a estabilidade se for levado em conta o conjunto dos países que formam a OCDE, clube dos países desenvolvidos, da mesma forma que a média da zona do euro.

No que se refere às economias emergentes, a organização detecta sinais de crescimento na China, Brasil e Rússia, enquanto o indicador mostra uma moderação no impulso do crescimento na Índia.